Coffee Coin é a primeira criptomoeda do setor lastreada em no nosso querido café.

A cooperativa Minasul quer atrair investidores lançando sua criptomoeda, mas nada que lembre a volatilidade do bitcoin. Quer oferecer a segurança das stablecoins.

A partir de 1º de julho o Coffee Coin da cooperativa de cafeicultores, sediada em Varginha (MG), chega ao mercado valendo um kg de café verde arábica, padrão commodity, portanto atualizado automaticamente em tempo real conforme a cotação convertida da Bolsa de Nova York.

Com lastro nas operações da Minasul, com 60 anos de história, a moeda digital – anunciada em 2019 – é o primeiro criptoativo do café.

Destaque para os padrões exigidos para esse negócio, como o uso de tecnologia blockchain, em conformidade com os regulamentos internacionais.

Está aberto ao público como alternativo de investimento, que pode adquirir o Coffee Coin e negociá-lo no mercado, ou ser convertido em reais através da carteira digital.

Por MoneyTimes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.