A China cometeu um erro de 1 trilhão banindo a mineração, afirma Michael Saylor

Durante uma entrevista recente à Bloomberg, Michael Saylor, CEO da MicroStrategy, falou sobre os efeitos adversos de curto prazo da recente repressão da China à mineração de Bitcoin. Saylor acredita que esse ‘erro’ do país asiático proporcionará uma excelente oportunidade para outros lugares.

Recentemente, a China intensificou sua repressão ao mercado de criptomoedas. Mais especificamente, o governo do país foi atrás dos mineradores de Bitcoin e ordenou que interrompessem as operações, citando questões ambientais.

ABRA SUA CONTA NA MAIOR CORRETORA DO MUNDO E GANHE DESCONTOS EXCLUSIVOS

Por ser o país com maior participação na mineração de BTC, essas ações impactaram a rede de imediato. Não apenas os preços começaram a cair, mas a taxa de hash caiu para uma baixa de vários meses.

Alguns relatórios indicaram que algumas mineradoras estão se mudando para outros países como o Cazaquistão e os EUA, mas o processo levará tempo.

Michael Saylor tocou neste assunto preocupante ao falar com a Bloomberg e atribuiu as quedas de preços aos mineradores chineses serem forçados a liquidar suas posições.

Ao falar sobre a decisão da China de expulsar os mineradores, ele chamou isso de um “erro de um trilhão de dólares” para o país, o que poderia realmente fornecer oportunidades para outros.

“A China detinha 50% do mercado de Bitcoin, gerava US$ 10 bilhões por ano e um negócio que crescia 100% ano após ano. E então, o governo o reprimiu e expulsou toda a indústria da China. Acho que, dada a taxa de crescimento do Bitcoin, isso acabará sendo um erro de um trilhão de dólares para a China. ”

Embora admitisse que uma nação tão poderosa como a China pudesse “se dar ao luxo de cometer um erro de um trilhão de dólares”, ele ainda classificou a medida como uma “tragédia”.

No entanto, os preços baixos são uma “grande oportunidade para os investidores ocidentais”, incluindo a empresa que dirige, de acumular mais porções do ativo com desconto.

Saylor acredita que os mineradores de Bitcoin norte-americanos também se beneficiarão com isso porque “seu custo é o mesmo, mas eles vão gerar 50% mais receita ou 75% mais receita por um bom tempo”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.