Banimento de criptomoedas na China é uma ‘grande oportunidade para o resto do mundo’, diz chefe de grupo de mineração

A localização diversificada das instalações de mineração de Bitcoin após a repressão na China é uma ótima notícia para o resto do mundo, disse o CEO da iMining, Khurram Shroff.

A repressão regulatória da China às criptomoedas continua a alienar as principais mineradoras. A empresa de investimentos IBC Group, com sede em Dubai, planeja encerrar as operações de mineração de Bitcoin (BTC) e Ether (ETH) na China, após anúncios de proibição em diferentes províncias do país.

O grupo tem grandes operações de mineração na China e pretende distribuir suas operações para os Emirados Árabes Unidos, Canadá, Estados Unidos, Cazaquistão, Islândia e vários países da América do Sul, segundo fontes. O Grupo IBC recentemente mudou sua sede para Toronto, Canadá.

Comentando sobre a repressão às criptomoedas com foco nas atividades de mineração, o presidente do IBC Group e CEO da iMining, Khurram Shroff, disse que é um inconveniente temporário. Ele acrescentou que a localização diversificada das instalações de mineração é uma ótima notícia para o resto do mundo: “Uma mudança nas operações de mineração de criptomoedas para fora da China será uma grande oportunidade para o Canadá. A Bolsa de Valores de Toronto listou recentemente o primeiro Bitcoin ETF do mundo, então a nação já está à frente da curva, em termos de integração de criptomoedas.”

A China voltou sua atenção para o consumo de energia da indústria de mineração de criptomoedas após as interrupções de energia em grande escala no centro de mineração chinês de Xinjiang em meados de abril. Isso foi seguido por uma supervisão mais rigorosa do governo, enviando uma onda de choque através dos mercados de criptomoedas.

No entanto, especialistas do setor concordaram em grande parte desde então que, embora a mudança inicial seja árdua e desafiadora, a migração dos mineradores para fora da China alimentará a descentralização das criptomoedas.

Mike Novogratz da Galaxy Digital viu “uma grande ação positiva de rede” para o ecossistema Bitcoin a longo prazo, enquanto o ex-engenheiro de segurança da Gemini Brandon Arvanaghi enfatizou: “A repressão significa que o Bitcoin está funcionando, não que esteja falhando”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.