Uma nova alta? Número de bitcoins em exchanges cai para mínimo de janeiro

A plataforma de análises de dados Santiment afirmou que o fornecimento de bitcoin em exchanges centralizadas teve um declínio acentuado para o nível mais baixo nos últimos seis meses.

“A proporção do suprimento de Bitcoin em bolsas caiu para o seu nível mais baixo desde o início de janeiro. A baixa de 6 meses é um sinal promissor, pois geralmente indica que há uma diminuição do risco de mais liquidações em BTC. “

Agora que a criptomoeda número 1 do mundo recuperou brevemente o nível crucial de US$ 35.000, as baleias e usuários de varejo estão agarrando o btc na baixa, enquanto ele ainda está abaixo de seu recorde histórico de US$ 65.000 alcançado em abril deste ano.

Isso indica que muitos usuários estão sacando as suas moedas para carteiras de armazenamento frio, o que dificulta a liquidação desses ativos, impedindo que maiores quedas ocorram.

Vale ressaltar também que o mercado está significativamente menos alavancado por conta da grande correção do mercado desde abril, que provocou uma grande liquidação no mercado de derivativos.

Analistas têm apontado para o fato de que ainda não alcançamos o topo do mercado de alta, e que novas máximas devem ser expressas nos próximos meses.

O Plan B, criador do modelo Stock-to-Flow para o Bitcoin, afirmou:

“Meus dados on-chain me dizem que este mercado de alta não acabou e 64K não foi o topo. Isso está em linha com o modelo s2f(x). Além disso, meu indicador de piso (não baseado em s2f) diz que não vamos ficar abaixo de 47k no fechamento de agosto.”

Ele chegou a afirmar que ainda é muito cedo para se ter certeza de qualquer cenário, mas ele está otimista em relação ao mercado:

“Parece que eu estava muito cedo para descartar o cenário de retornos menores. De fato, esta será a pergunta chave nos próximos 6 meses:

1) $64.000 foi o topo e vamos oscilar entre $25.-50.000?

2) Ou $64.000 não foi o topo e o mercado de alta vai retomar?

Meu dinheiro está no 2.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.