Analista on-chain explica o que está prendendo o Bitcoin

Já se passaram mais de dez semanas desde o baque terrível do Bitcoin de um ATH de US$64k. Uma série de obstáculos regulatórios, reveses dos investidores e repressão do governo cortaram suas asas em seu melhor desempenho de todos os tempos.

Na semana passada, o analista on-chain, Will Clemente, deu aos investidores um mergulho profundo nas ações por trás do desempenho dos BTCs, abrindo as cortinas para mostrar quais atores estão por trás da ascensão e queda do Bitcoin ao longo da semana. Aqui estão alguns trechos principais:

Vendedores de varejo não são culpados pela queda do Bitcoin

Desde a desaceleração do mês passado, tem havido a premonição não oficial de que os problemas do Bitcoin estão sendo produzidos por varejistas. Isso, portanto, cujo comportamento agressivo de venda e saída do mercado continua a acumular altas pilhas de BTCs nas bolsas, causando desvalorização. 

Entretanto, Will mostra que o índice on-chain lançado recentemente aponta que os vendedores varejistas não são culpados.

Will lança os holofotes sobre as baleias – que tecnicamente são investidores com mais de 1.000 BTC em suas carteiras – como o mais recente culpado por trás da tendência de baixa do Bitcoin. 

Pegando uma sugestão do gráfico de Will, vemos como os varejistas (investidores com 0,001 a 1 BTC), ao contrário do suposto anteriormente, têm adquirido mais BTC discretamente. Isso, enquanto há um declínio significativo no número de baleias anteriormente presentes na rede Bitcoin.

PAXFUL Compre e venda moedas digitais com mais de 350 formas de pagamento diferentes.

Baleias comendo baleias

Apesar da redução relatada no número de baleias na rede, a quantidade total de Bitcoins que se acredita estarem nas mãos das baleias permaneceu praticamente inabalável. 

Isso sugere, de maneira bastante interessante, que outros proprietários de BTC em grande escala estão pegando todos os BTCs deixados por baleias que estão prestes a sair do mercado. 

Will e Willy Woo acreditam que as jovens baleias não suportam ver o Bitcoin erodir a última resistência de sua influência. Por isso, estão tentando jogar a toalha para mitigar perdas completas. 

Considera-se estes compradores detentores mais velhos com verdadeira experiência. Ou seja, que devem ter entrado no mercado em pontos muito mais baixos do que o Bitcoin comercializa atualmente. 

No entanto, há lapsos visíveis nas projeções on-chain de Will, uma vez que não afirma explicitamente se realmente há baleias saindo do mercado. Ou, ainda, se nunca saíram, e estão apenas diversificando suas novas acumulações em outra carteira.

Seja qual for o resultado, isso é bom para o Bitcoin. Pois ele precisa de todo o investimento em grande escala que puder obter para criar valor e manter a relevância.

Uma grande lição dessa tendência é a dura realidade de que o BTC não pode sobreviver apenas com a força da atividade dos varejistas. Ele se apoia nas baleias e sua base de um trilhão de dólares pode ficar vacilante em questão de segundos se um cardume significativo de baleias decide ir para a porta de saída.

Enfim, o segundo semestre do ano será mais difícil para o Bitcoin. Ou não?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.