Charlie Brown Jr anuncia tour ‘CBJR 30 Anos’ com músicos da formação original e lançamento de NFTs vinculados aos shows

O grupo Charlie Brown Jr que teve o vocalista Chorão como seu maior ícone anunciou que em 2022, voltará aos palcos com a Tour “CBJR 30 Anos” e para marcar o retorno será lançada uma coleção de NFTs da banda.

O grupo Charlie Brown Jr que surgiu no litoral paulista em 1992 revolucionando a cena do rock e da música no Brasil e que teve o vocalista Chorão como seu maior ícone anunciou que em 2022, voltará aos palcos com a Tour “CBJR 30 Anos”.

Segundo o anúncio do grupo o Tour trata-se de uma celebração (tributo) aos 30 anos da banda Charlie Brown Jr. e será realizada onde e do jeito que o Chorão mais gostava, “nos palcos”.

O tour reunirá os músicos das formações originais, Marcão Britto (Guitarra), Thiago Castanho (Guitarra), Heitor Gomes (Contrabaixo e Beat Box), Pinguim Ruas (Bateria e Beat Box), Bruno Graveto (Bateria) e como vocal convidado Egypicio (Tihuana), um amigo de toda banda e do Chorão e Champ. 

Além dos shows e do tributo ao Grupo de Rock que ainda é um dos mais tocados no Brasil, nesta terça-feira, 13 de julho, quando se celebra o Dia Mundial do Rock, a Digitiva, lançará a primeira obra em NFT da banda santista, que fez história na década de 90.

O NFT será uma imagem inédita de arquivo de Chorão, fundador da banda, tirada em São Paulo, na casa de shows Citibank Hall Palace, registrada pelo fotógrafo Marcelo Rossi, em 2011.

A arte também contará com ilustração e animação exclusivas e será vendida na plataforma por 0,13 Ethereum (ETH).

NFT do Charlie Brown Jr

A parceria inédita com Xande, filho do saudoso cantor, e o grupo Tacatinta, disponibilizará apenas 13 cópias da mesma arte. Este card comemorativo, o primeiro da série, conta com a criatividade do artista Lucas Sena e inicia uma série intitulada #013 com 13 obras inéditas, que serão lançadas mensalmente.

Segundo o anúncio, quem comprar a arte (link abaixo) terá o ativo original, em alta, com certificado digital e registrado na blockchain. Além disso, terá diversos benefícios, como par de ingressos para show em comemoração aos 30 anos da banda, em 2022, acesso VIP a estreias de lançamentos Digitais, entre outros. 

“Como sempre digo, o legado Charlie Brown vai além das músicas, fico feliz em trazer ao público materiais inéditos do meu pai em forma de NFT, unindo a arte ao artista. A parceria com a Digitiva com certeza é uma nova etapa para o Charlie Brown Jr, que além de inovadora, abre um horizonte enorme de possibilidades”, conta Xande.

Esta série de NFTs também marca o início de uma onda de negócios que a Digitiva vem formalizando desde o início de 2021 com outros artistas nacionais. O objetivo, segundo a empresa, é orientar, introduzir e dar assistência para que os talentos do país.

“Unimos nossas expertises em cultura, entretenimento e tecnologia com uma das bandas de rock mais emblemáticas do país. A Digitiva entra oficialmente no mercado das NFTs, gerando oportunidades infinitas de negócios e trazendo inovações para os fãs da arte e para o showbusiness. E é só o começo.” anuncia Luiz Calainho, sócio da Digitiva ao lado de Ricardo Azevedo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.