Binance lança API para facilitar declarações à Receita Federal

No que parece ser mais um esforço para agradar reguladores, a Binance lançou uma ferramenta de relatórios fiscais. De acordo com a exchange, a solução permitirá que os usuários acompanhem suas atividades financeiras e “agilizem os requisitos de relatórios”.

“Com a Binance, você agora pode ter todas as suas transações rastreadas e contabilizadas automaticamente com nossa funcionalidade de ferramenta fiscal”, disse a exchange.

Binance busca agradar reguladores

Em um comunicado divulgado nesta quarta-feira (28), a Binance explicou que sua nova API permite a transferência do histórico de transações para terceiros.

Além disso, a ferramenta fornece uma visão geral sobre as obrigações fiscais dos investidores. A função de importação puxará dinamicamente o histórico de transações superiores a um ano de operações.

Após, os dados são arquivados. Os usuários podem acessar a ferramenta de relatórios fiscais tanto no aplicativo da Binance quanto no site. Para isso, basta acessar “Conta” e depois “Gerenciamento de API”.

“O fato é que em muitos países ao redor do mundo, os regulamentos de criptomoedas ainda estão evoluindo. E todos nós estamos descobrindo o caminho certo para esta indústria jovem e promissora”, disse Changpeng Zhao, o CZ, CEO da Binance. 

Binance responde à pressão regulatória

Antes desta ferramenta, os traders precisavam exportar manualmente o histórico de transações. Ademais, a ferramenta antiga só permitia que exportassem dados referentes a três meses.

Naturalmente, isso gerou críticas por parte dos usuários. Afinal, calcular obrigações fiscais de forma precisa pode ser complicado. Por isso, muitas exchanges regulamentadas ajudam os investidores com relatórios baseados no histórico de transações.

Possivelmente, a ferramenta representa um esforço da Binance para acalmar as investidas regulatórias. Conforme relatou o Canal Monetizando, reguladores do Reino Unido, Itália, Japão e Ilhas Cayman estão investigando as operações da exchange. 

Como resposta, CZ tem concentrado seus esforços em demonstrar que a exchange está disposta a cooperar com órgãos reguladores. 

Nas últimas semanas, a exchange fez uma série de alterações. Usuários não verificados tiveram seus limites de retirada de Bitcoin diminuídos. Ainda, a Binance reduziu 80% do montante de alavancagem, removendo ainda as ofertas de ações tokenizadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.