Cardano recebe recorde de R$ 280 milhões em investimentos institucionais

Por Luciano Rocha

A Cardano (ADA) não para de quebrar recordes. Após ter atingido sua máxima histórica, a criptomoeda agora teve o maior influxo semanal de dinheiro em toda sua história. De acordo com relatório da CoinShares, a rede recebeu US$ 10,1 milhões em investimentos institucionais.

O valor corresponde a US$ 52 milhões na cotação atual e é a maior entrada da história. Apenas a Ether (ETH), com US$ 17 milhões, teve uma entrada de grandes investidores maior do que a ADA. Em contrapartida, o Bitcoin (BTC) teve uma queda de US$ 3,8 bilhões nas entradas semanais.

Essa entrada de grandes investidores é feita por fundos regulamentados, especialmente pelos fundos da Grayscale Investments. A gestora lançou seu fundo institucional voltado para a ADA em março, conforme relatou o CriptoFácil.

Desde o lançamento, a ADA acumula um recorde individual de US$ 55 milhões em grandes investimentos. O valor corresponde a R$ 280 milhões na cotação atual e supera algumas de suas concorrentes diretas, como a XRP e a Binance Coin (BNB).

Investidores animados com lançamentos

Aparentemente, os grandes investidores estão confiando na capacidade da Cardano de entregar seus lançamentos futuros. Um dos mais esperados é o lançamento dos contratos inteligentes, que deve ocorrer em 12 de setembro.

Os contratos inteligentes definitivamente estão em alta no mercado. Prova disso é que a Polkadot e a Solana também atingiram grandes cifras de investimentos. No total, as duas receberam US$ 4,2 milhões de investimentos na semana passada.

De fato, com exceção do BTC e da ETH, a Polkadot é a única rede que recebeu mais investimentos do que a Cardano: US$ 66 milhões. O total corresponde a cerca de R$ 341 milhões na cotação atual.

Bitcoin perde força e dominância

Se as altcoins ganham espaço, o BTC segue o caminho inverso e perde cada vez mais dinheiro. Dessa vez foram US$ 3,8 milhões retirados da maior criptomoeda do mercado, apenas na última semana.

Como resultado, os dados da CoinShares apontam que este talvez seja o início de uma nova altseason. Além dos recursos, as altcoins também estão ganhando fatia de mercado, representando 32% do marketcap, ao passo que o BTC atingiu seu menor grau de dominância desde julho de 2018: 42%.

“As altcoins (incluindo Ethereum) agora representam 32% do total de ativos digitais sob gestão. Esta cifra está perto do recorde de 35% visto maio deste ano e já supera o recorde anterior de 30% visto em janeiro de 2018. O Bitcoin teve saídas pela oitava semana consecutiva, com saídas totalizando US $ 3,8 milhões. Das últimas 16 semanas, os investidores retiraram dinheiro do BTC em 14 delas”, disse.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.