Cardano pode subir 290%, prevê analista

Por Luciano Rodrigues

Embora o mercado de criptomoedas tenha derretido nesta terça-feira (7), o popular analista de criptomoedas e trader Jason Pizzino continua otimista com a Cardano (ADA). Pizzino prevê que a ADA poderá obter um movimento de 290% antes que seu ciclo de alta atual expire.

Como base para sua projeção otimista, o analista usa a Teoria de Elliott Wave, que prevê a ação futura dos preços observando a psicologia da multidão que tende a se manifestar em ondas.

A teoria sugere que um mercado em alta segue um ciclo de cinco ondas, em que um ativo sobe durante as ondas um, três e cinco. Enquanto isso, corrige nas ondas dois e quatro.

De acordo com Pizzino, Cardano já completou as ondas de um a quatro. Agora, está no meio da quinta e última onda.

“Estou animado para ver as ondas se desenrolarem de forma semelhante. Esta onda é a maior (aumento de US$ 0,10 para US$ 2,47). Se você está olhando para Elliott, a onda três é sempre a maior. Onda um (rali de US$ 0,01 a US$ 0,17) e onda cinco (atual) são geralmente iguais”, disse.

Cardano

Ainda segundo o analista, na onda dois houve o recuo de US$ 0,15 para US$ 0,08. Já na onda quatro a correção foi de US$ 2,47 para US$ 1,00.

Para calcular a altura da quinta onda da Cardano, Pizzino analisou a força da primeira onda, onde ADA subiu cerca de 900% entre abril de 2020 e julho de 2020.

“O que ganhamos quando fazemos 800% ou 900% da mínima que foi colocada em junho e julho … Isso nos levaria a cerca de US$ 8 … Talvez tenhamos atingido um retorno de 1.000% a partir desse ponto. Isso nos renderá até US$ 10 ou US$ 11″, disse.

Assim, considerando o valor atual de Cardano de US$ 2,50, a meta máxima de Pizzino de US$ 11 marca um potencial de alta de mais de 290% Isso levaria a criptomoeda muito acima de sua máxima histórica de US$ 3,09.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.