Bitcoin sobe e passa dos US$ 65 mil. Ethereum atinge níveis históricos em menos de 30 dias

Por Luiza Eiterer

A semana começa em alta para o mercado das criptomoedas. Nesta segunda-feira (8), o valor total do mercado chegou a marca dos US$ 3 trilhões.

O Bitcoin, principal criptomoeda em capitalização, subiu mais 4% durante as primeiras horas do dia. De acordo com o TradingView, a moeda que agora é vendida na casa dos US$ 65 mil, subiu cerca de 6,88% nas últimas 24 horas.

A Ethereum, segunda maior criptomoeda, também apresentou mais um dia de alta. O preço atual da ETH é de US$ 4.723. De acordo com os gráficos, a moeda já subiu mais de 9% nos últimos 7 dias.

Outra criptomoeda que voltou a subir foi a Litecoin. Ainda destacada entre as 10 principais, a criptomoeda vem flutuando nos últimos dias. Na manhã desta segunda-feira, o preço da LTC era de US$ 209, com uma alta de 3,73%.

Outra que também voltou a apresentar alta foi a XRP, que subiu mais 3,63%, chegando ao preço de US$ 1,26. A Cardano também subiu mais 1%, chegando a US$ 2,04.

Entre as 10 principais criptomoedas do mercado, algumas também apresentaram baixas durante o final de semana. A Solana, por exemplo, chegou a cair mais de 5% em 24 horas. O preço atual da moeda é de US$ 243.

Por fim, a Shiba Inu continua em queda no mercado. Durante o final de semana, a moeda chegou a cair mais de 9%. O preço atual da SHIB é de US$ 0,00005650.

Jogos e ETF impulsionam o mercado

O fluxo constante de notícias sobre a adoção das criptomoedas pelos bancos, o crescimento de tokens de jogos, o lançamento de ETFs e a necessidade de diversificação de investimento, impulsionam as criptomoedas. Durante o mês de outubro, criptomoedas como Bitcoin e Ethereum, além de tokens como AXS tiveram seu melhor desempenho.

A Ethereum, principal criptomoeda em negociação DeFi, tem visto seus valores subirem para níveis cada vez mais altos. Em um único mês, a criptomoeda atingiu novos patamares de ATH diversas vezes.

Tanto sucesso das criptomoedas, fazem políticos do mundo inteiro repensarem sobre seus próprios salários. Na última semana, dois prefeitos dos Estados Unidos anunciaram que receberiam salário com criptomoedas. Além disso, jogadores de futebol e outras celebridades já fazem parte desta estatística.

No Brasil, um Projeto de Lei propõe que funcionários públicos passem a receber parte do salário com criptomoedas. A proposta prevê que qualquer trabalhador público das três esferas possa optar por receber desta forma.

O projeto chama as criptomoedas de “Quarta Revolução Digital”, mas não oferece detalhes sobre variação de preços e prevenção aos desvios de dinheiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.