Vitalik Buterin revela detalhes de queima de US$ 7 bilhões em SHIB

Vitalik Buterin revelou detalhes interessantes sobre o processo de queima de quase US$ 7 bilhões em Shiba Inu (SHIB) enviados a ele pelos fundadores da criptomoeda meme.

O podcast UpOnly entrevistou o cofundador do Ethereum (ETH), Vitalik Buterin, no último sábado (22). O desenvolvedor conversou com os integrantes do podcast, afiliado à FTX, por quase duas horas, nas quais revelou a complexidade de queimar 90% do montante de 500 trilhões de tokens SHIB.

Os tokens foram doados a Buterin pelos criadores da meme coin, que doou 10% a um fundo de combate ao covid-19 na Índia, totalizando US$ 1,2 bilhão na época. Ele queimou o resto dos tokens (no valor aproximado de US$ 7 bilhões) porque “não queria ser uma fonte de poder desse tipo”.

A Shiba Inu é baseada na rede Ethereum, e teve uma valorização de 40.000.000% em 2021, tornando seus detentores muito ricos em um curto espaço de tempo. Vitalik Buterin disse ao podcast que teve que comprar um novo laptop para fazer a transação.

Os fundos que ele recebeu dos fundadores da SHIB foram mantidos em uma carteira de papel frio. Ele teve que usar os dois números para obter a chave privada. “Um desses números estava comigo; o outro estava com minha família no Canadá”, disse Buterin.

Ele ligou para sua família no Canadá para obter o outro número. Ele então digitou a chave privada em seu novo computador. Além disso, ele gerou uma transação Ethereum para enviar ETH para a instituição de caridade.

Vitalik Buterin então baixou um programa que gerava QR codes. Depois disso, ele escaneou o código da transação com seu celular, copiou para o laptop e o colocou em etherscan.io/pushTx. Então ele começou a enviar os tokens.

Futuro do Ethereum

Sobre o Ethereum, Buterin disse que vê a rede como uma grande parte de seu futuro. Ele diz que o projeto ainda visa US$ 0,05 por transação e que os rollups e sharding são o caminho a seguir em relação ao dimensionamento sem sacrificar a segurança ou a sua descentralização.

Ele prevê que os custos de transação vão cair abaixo de US$ 0,05 “dentro de alguns anos”. Ele também disse que o progresso na máquina virtual Ethereum do ZK-rollup está indo bem e que a maioria dos nós não armazena uma cadeia completa.

Baixos custos de transação são alcançáveis

Um roll-up é uma solução de camada dois no Ethereum, onde as transações são executadas fora de sua cadeia principal, enquanto os dados da transação são postados na camada 1.

O conceito de sharding é emprestado de bancos de dados tradicionais e refere-se ao dimensionamento horizontal de um banco de dados, semelhante a aumentar o número de faixas em uma rodovia para reduzir o congestionamento. O Ethereum tem enfrentado atualmente grandes congestionamentos de sua rede, levando a taxas muito mais altas do que o visto em outros blockchains.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.