Bitcoin (BTC) segue em alta e ultrapassa US$ 42.000

O Bitcoin (BTC) está em tendência de alta desde 24 de janeiro e finalmente rompeu uma área de resistência crucial.

O Bitcoin estava seguindo uma linha de tendência de baixa desde que atingiu um novo preço recorde em 10 de novembro. A queda levou a uma mínima local de US$ 32.917 em 24 de janeiro. A criptomoeda se recuperou desde então e seu preço está subindo.

Após três tentativas malsucedidas, o BTC finalmente conseguiu romper essa linha de tendência na última sexta-feira (4), criando um grande candle de alta. Isso também fez com que ele se movesse acima da área de resistência horizontal de US$ 40.800 no processo. Espera-se agora que a área atue como suporte de preço.

As áreas de resistência mais próximas são encontradas em US$ 46.780 e US$ 51.000. Esses preços são os respectivos níveis de retração de 0,382 e 0,5 de Fibonacci.

Padrão atual do Bitcoin

O gráfico de seis horas mostra que o Bitcoin está dentro de um canal paralelo de alta desde a mínima mencionada de 24 de janeiro.

Atualmente, o ativo está em processo de romper a linha de resistência do canal. Como os canais geralmente são considerados padrões corretivos, o fato de o BTC romper ou não essa linha ajudará a determinar a direção da tendência de curto prazo.

Indicadores técnicos

Os indicadores técnicos do Bitcoin no gráfico diário são de alta e apoiam a continuação do movimento de alta. Isso é visível no RSI e no MACD. O RSI, que é um indicador de força de tendência, moveu-se acima de 50. Isso é considerado um sinal de tendências de alta.

O MACD, que é criado por médias móveis de curto e longo prazo, está em território positivo. Nas últimas vezes em que isso ocorreu, seguiu-se um movimento significativo de alta.

As leituras no gráfico diário sugerem que o BTC romperá acima do seu canal paralelo. Nesse caso, seu preço aumentaria em direção aos níveis de resistência descritos anteriormente em US$ 46.780 e US$ 51.000.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.