XRP dispara 65% em duas semanas – Análise de criptomoedas

Análise na movimentação de preços de sete criptomoedas, incluindo a XRP, que se recuperou consideravelmente de sua mínima local de 24 de janeiro.

BTC

O BTC está dentro de um canal paralelo de alta desde que atingiu uma mínima no dia 24 de janeiro. No último domingo (6), o ativo conseguiu rompeu o canal e atingiu um topo em US$ 45.492 dois dias depois.

Seu preço caiu desde então, possivelmente para testar a linha de resistência do canal para validá-la como suporte. Se o BTC continuar fechando candles acima do canal, é provável que suba para testar o próximo nível de resistência, em US$ 52.000.

ETH

ETH está em tendência de alta desde que atingiu uma baixa local também feita em 24 de janeiro. Até agora, a moeda atingiu um topo em US$ 3.234 nesta terça-feira (8). A alta foi feita no nível de retração de 0,382 de Fibonacci.

XRP

A XRP estava seguindo uma linha de tendência de baixa desde 4 de novembro. Esse movimento de baixa levou a uma mínima de US$ 0,54 em 22 de janeiro.

Depois disso, o token se recuperou e rompeu essa linha de tendência. Além disso, ele recuperou a área horizontal de US$ 0,72. Semelhante ao ETH, a XRP não conseguiu ultrapassar  pelo nível de retração de 0,382 de Fibonacci. Se cair no curto prazo, espera-se que a área de US$ 0,72 forneça suporte.

NANO

A NANO estava seguindo uma linha de tendência de baixa desde 30 de outubro até a mínima de US$ 1,89 ser atingida em 22 de janeiro.

Depois disso, o token se recuperou e conseguiu romper essa linha no último sábado (5). Se continuar subindo, a área de resistência mais próxima seria encontrada em US$ 4,05. Este é o nível de retração de 0,382 de Fibonacci.

IOTA

A IOTA está abaixo de uma linha de tendência desde 4 de setembro. Ela não conseguiu ultrapassar essa linha no dia 29 de dezembro (ícone vermelho) e caiu acentuadamente depois, até até atingir a mínima de US$ 0,69 em 24 de janeiro.

Embora a IOTA esteja subindo desde então, ela agora enfrenta forte resistência em US$ 1,05, que anteriormente atuava como suporte. Até que consiga recuperar esse nível, a tendência não pode ser considerada de alta.

ONE

No dia 22 de janeiro, a ONE atingiu uma mínima de US$ 0,164 e voltou a subir. A mínima serviu para validar a área horizontal de US$ 0,17 como suporte mais uma vez. Esse mesmo suporte está em vigor desde setembro de 2021.

A ONE se recuperou desde que atingiu a mínima local e vem subindo desde então. O token está se aproximando rapidamente da área de resistência encontrada em US$ 0,247. Este alvo é o nível de retração de 0,382 de Fibonacci.

CRV

A CRV está em tendência de alta desde 24 de janeiro, quando saltou na área de suporte horizontal de US$ 2,90. A área está em vigor desde outubro, portanto, é um nível de suporte crucial.

CRV está se aproximando do nível de retração de 0,382 em US$ 4,07. Espera-se que esta área atue como resistência quando o token chegar lá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.