Hacker descobre bug que permite criar Ethereum infinitamente

Com os ecossistemas complexos das criptomoedas e suas muitas blockchain, bugs são comuns, alguns são mais perigosos do que outros, mas felizmente alguns hackers são mais preocupados com a melhoria da rede do que com ganhar muito dinheiro.

Como mostrado pelo site Protos, um hacker descobriu um bug que permitia que ele pudesse explorar um erro na solução de escalabilidade do Ethereum, chamada Optimism, para, efetivamente, conseguir criar uma quantidade ilimitada de Ethereum.

No entanto, ao invés de aproveitar o bug para destruir o mercado, ele apenas relatou o erro aos desenvolvedores e ficou com uma singela recompensa de US$ 2 milhões.

Ethereum ilimitado

Segundo as informações, o engenheiro de Software Jay Freeman (conhecido como Saurik na internet) não aproveitou o exploit de forma nenhuma. Ele apenas o reportou para o time de desenvolvedores da Optimism.

O relato aconteceu no começo do ano, mas foi revelado apenas agora, após a correção, para evitar que alguém se aproveitasse do erro para benefício próprio.

Por ser um hacker “Gray-Hat” Saurik acabou coletando o prêmio de recompensa por ter encontrado o bug que foi de US$ 2 milhões. Sinceramente, um valor não muito grande considerando o nível do estrago que ele poderia ter causado caso optasse por explorar o bug.

Hacker do bem

Freeman é provavelmente mais conhecido pelo seu trabalho no Cydia, uma loja de aplicativos para iPhones que foram desbloqueados. No entanto, recentemente ele passou a dedicar o seu tempo a caçar por bugs em diferentes blockchains e conseguir dinheiro com as recompensas obtidas.

De acordo com os detalhes divulgados em seu site oficial, ele descobriu esse glitch enquanto estava dando uma olhada em “protocolos de pagamento nano”. O Optimism é um desses protocolos e eles permitem que os usuários possam enviar pequenas quantidades de criptomoedas com uma taxa bem pequena.

Essas soluções são conhecidas como “Soluções de Segunda Camada”, tal como a Lightning Network e apesar das muitas vantagens oferecidas por esses serviços, sempre há riscos de segurança com eles, o que foi provado pelo achado de Freeman.

Ethereum ilimitado poderia ser desastroso para diferentes mercados

Freeman apontou que a falha que ele encontrou não iria permitir que fossem criados Ethereum válidos para a blockchain principal, apenas moedas falsas sem valor na primeira camada. 

O problema é que seria possível usar essas moedas falsas para criar problemas em diferentes corretoras e mercados que poderiam estar usando essa solução de segunda camada.

“Com um suprimento infinito de IOUs, você poderia ir para qualquer exchange descentralizada usando essa solução L2 e prejudicar a economia dessas corretoras, comprando vários tokens enquanto derruba o valor de diferentes ativos.”, escreveu Freeman.

Com isso, temos um grande exemplo de como o criptomercado continua evoluindo graças ao esforço de muitas pessoas, de forma descentralizada, mesmo que role um dinheiro para esse incentivo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.