3 razões pelas quais o preço do Ethereum pode atingir US$ 4 mil em abril

De um pico do Google Trends ao esgotamento da oferta, vários catalisadores têm sugerido mais vantagens para o Ethereum.

Três catalisadores de mercado sugerem que o token nativo Ether (ETH) da Ethereum está bem posicionado para atingir US$ 4.000 este mês.

Pesquisas no Google por “fusão Ethereum” disparam

O interesse dos usuários da Internet na próxima atualização de rede da Ethereum, apelidado de “The Merge”, aumentou substancialmente na semana que terminou em 2 de abril, mostram os dados do Google Trends.

As pesquisas pela palavra-chave “Ethereum Merge” alcançaram uma pontuação perfeita no Google Trends de 100 em um período de 12 meses, com a maior parte do tráfego vindo dos Estados Unidos, Singapura, Canadá e Austrália.

Merge, também chamada de ETH 2.0, refere-se à transição completa da rede Ethereum de prova de trabalho (PoW) para prova de participação (PoS), um desenvolvimento que foi apontado como um dos principais catalisadores por trás da recuperação do Ether de US$ 2.500 em 14 de março para mais de US$ 3.500 esta semana.

A perspectiva otimista decorre da proposta da Merge de reduzir a taxa de emissão de Ether, levando a um possível pico de oferta no total de ETH em circulação. Com a mineração PoW, a oferta de ETH cresceu 3% a cada ano.

O aumento no interesse público pelo “Ethereum Merge” sugere que há um burburinho crescente entre investidores e traders de criptomoedas à medida que a atualização da Ethereum se aproxima. O lançamento da Kiln no mês passado é o teste público final antes de toda a rede fazer a transição para PoS em algum momento deste ano.

$ETH

Acho que veremos um impulso para US$ 4.000 em breve, desde que a ação do preço permaneça acima desse suporte em US$ 3.400.

Provavelmente uma retração saudável após um teste de 4 mil

Em seguida, em uma mudança agressiva para novas ATHs para o merge pic.twitter.com/ZDvReVPAWP

— Cactus (@thecryptocactus) 5 de abril de 2022

Reservas de ETH nas exchanges em mínimas de três anos

Ao mesmo tempo, a tendência de baixa do fornecimento de ETH nas exchanges de criptomoedas continua.

Notavelmente, as reservas líquidas de Ether em todas as exchanges caíram para seus níveis mais baixos desde agosto de 2018, sugerindo que os traders estão retirando ETH em massa para mantê-los a longo prazo ou para apostar em pools de liquidez DeFi.

Além disso, o número de endereços com saldo diferente de zero continua a aumentar, sugerindo crescente adoção e distribuição de ETH.

Técnicos sugerem preço ETH de US$ 4 mil

As chances de o preço do ETH atingir US$ 4.000 em abril também são impulsionadas por um padrão técnico clássico.

Apelidado de “triângulo simétrico”, o padrão geralmente se forma quando o preço se consolida lateralmente dentro de um intervalo definido por uma linha de tendência superior descendente e uma linha de tendência inferior ascendente, seguindo um movimento acentuado para cima ou para baixo.

Em um cenário ideal, o triângulo se resolve após o preço romper na direção de sua tendência anterior e, portanto, é considerado um “padrão de continuação”.

No entanto, rompimentos de triângulos simétricos não resultam necessariamente em uma tendência de continuação. Por exemplo, no livro Technical Analysis of Stock Trends, os analistas técnicos Robert Edwards e John Magee observam que cerca de 25% de todas os rompimentos de triângulos simétricos levam a reversões, ou seja, o preço não rompe na direção de sua tendência anterior, desafiando assim antecipações.

O rompimento atual do Ethereum parece ser uma reversão, pois salta para o lado positivo, em vez de continuar sua tendência anterior para o lado negativo, conforme mostrado no gráfico abaixo.

O potencial alvo de rompimento de um triângulo simétrico é calculado após medir o comprimento máximo entre a linha de tendência superior e inferior do padrão e, em seguida, adicionar o resultado ao seu ponto de rompimento.

Isso coloca a meta de alta do ETH/USD em quase US$ 4.000.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.