PlanB aponta 2 fatores que podem fazer o bitcoin disparar

De fato, as últimas semanas não tem sido nada fáceis para os detentores de bitcoin.

A criptomoeda primária não decide qual rumo irá tomar, com os ursos e touros brigando na faixa dos US$40.000. 

Com diversos analistas apontando que um dos lados irá tomar a frente, fica difícil saber como se posicionar. 

Mas parece que o trader de pseudônimo PlanB já tem um caminho claro.

Segundo o analista, há dois catalisadores que podem fazer o BTC ter grandes comícios de alta. 

PlanB fez sua declaração durante a entrevista que concedeu à Blockware Intelligence no Youtube. 

Segundo o investidor, mais uma aceitação de bitcoin como moeda de curso legal por algum país pode ser uma grande virada de jogo. 

Afinal, El Salvador não precisa estar sozinho na América Latina apoiando essa revolução. 

Com México, Brasil ou Argentina ingressando nessa área isso pode significar um caso muito mais forte e muito mais difícil para o Fundo Monetário Internacional
(FMI). 

Adoção também terá impacto no preço do bitcoin

A criptomoeda ser utilizada no dia a dia por pessoas comuns também é uma grande aposta de PlanB. 

Essa seria uma combinação perfeita com a adoção institucional para fazer o BTC disparar. 

“Há muitas pessoas que pensam que este é um bom momento para comprar Bitcoin… Muito mais pessoas estão perguntando, ‘Ei, como você configura uma carteira?’ E acho que uma adoção muito pequena também é muito importante, e é isso que estamos vendo também”. 

PlanB e as previsões de preço para o BTC

PlanB é muito conhecido no mercado de criptomoedas pelo modelo de previsão de preço do criptoativo primário, o Stock to Flow (S2F).  

Em suma, o modelo é uma forma de medir a riqueza de um determinado recurso. 

A razão do S2F é calculada como a quantidade de um recurso mantido nas reservas dividido pela quantidade que ele é produzido anualmente.

Em 2021, o analista apontou que o BTC chegaria a marca de US$100.000 se baseando no modelo em questão.

No entanto, o ativo digital terminou o ano com uma cotação de US$47.600. 

Embora a previsão antiga tenha falhado, PlanB não desistiu e já colocou uma nova meta para os US$100.000 do BTC. 

De acordo com o analista anônimo, ao tocar no S2F e na regressão logarítmica, a criptomoeda primária atingirá um preço de seis dígitos até o final de 2023.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.